Alma do Rio

Alma do Rio Prêmio Tião Sá Especial A Tribuna Aula no Trem 2001 Aula no Trem 2002 Aula no Trem 2003 Festival Candeias Feira do Verde 2004 Feira do Verde 2005 Feira do Verde 2006 Baia de Vitória II Fórum do Rio Doce III Fórum do Rio Doce IV Fórum do Rio Doce Hidrelétrica Funil Hidrelétrica Aimorés Pingüins - Instituto Orca São Tomé das Letras Caminhos de São Pedro

 

Prêmio Tião Sá Especial A Tribuna Aula no Trem 2001 Aula no Trem 2002 Aula no Trem 2003 Festival Candeias Feira do Verde 2004 Feira do Verde 2005 Feira do Verde 2006 Baia de Vitória II Fórum do Rio Doce III Fórum do Rio Doce IV Fórum do Rio Doce Hidrelétrica Funil Hidrelétrica Aimorés Pingüins - Instituto Orca São Tomé das Letras Caminhos de São Pedro

 
Visite São Tomé das Letras-MG antes que as mineradoras acabem com a cidade

 

 

A Alma do Rio foi ver de perto a destruição da cidade.

 

 

Clique nas fotos abaixo para ampliar

 

 

Assustadora visão das montanhas sendo devoradas

 

 

Mineradoras chegam até a porta da cidade

 

 

A todo momento ouvimos explosões para abertura de crateras

 

 

A Pedra São Tomé, muito usada nas piscinas e garagens é a riqueza e

a desgraça de São Tomé das Letras

 

O Espírito Santo vai ficar assim com as mineradoras de mármore e granito?

 

Conheça um pouco da história de São Tomé das Letras

 

Fonte: http://www.sthome.hpg.ig.com.br

 

Um Brinde para você!

Programa

Aprenda Inglês Brincando

Mais de 2.000 palavras para  você

memorizar brincando. <<aqui>>

Uma natureza sem igual. Formações rochosas de arenito e quartzito criadas, há 600 milhões de anos, no pré-cambriano.
Incontáveis cachoeiras e corredeiras, paisagens deslumbrantes nas trilhas e estradas, grutas e cavernas. A altitude elevada proporciona um horizonte de 360° com inesquecíveis espetáculos do nascer e pôr-do-Sol e da Lua. Noites que evidenciam um céu repleto de constelações, onde a Via Láctea chega a clarear o chão e, de quando em quando, estrelas cadentes cortando o firmamento...

Era 1770 e o escravo João Antão, foragido da fazenda do Capitão João Francisco Junqueira, refugiou-se numa distante gruta no alto da serra, onde teve a "visão" de um homem com vestes claras e finos traços, que lhe escreveu uma carta para ser entregue a seu senhor.
Ao receber a mensagem, o fazendeiro ficou impressionado com o texto bem escrito, coisa rara para a época e intrigado, quis conhecer o autor.
Quando o escravo voltou à gruta acompanhado pelo Capitão e sua tropa, o misterioso homem de branco tinha desaparecido e, em seu lugar, havia uma imagem de São Thomé, um dos apóstolos de Cristo.
João Antão foi perdoado e o fazendeiro teria construído, ao lado da gruta, uma rústica capela onde, em 1785, o Barão de Alfenas mandou construir a Igreja Matriz e a estátua lá foi colocada, onde ficou até 1991 quando desapareceu.
Em torno dessa igreja, São Thomé das Letras foi surgindo.

Das Letras?
Apesar de parecer que a origem do nome da cidade está relacionada à carta escrita pelo Santo, "das Letras" refere-se à inscrições rupestres que podem ser observadas na entrada da Gruta de São Thomé.
Há quem diga serem essas inscrições sinais deixados pelo Santo como prova de sua passagem pelo local. Alguns pesquisadores acreditam terem sido feitas por índios cataguases que habitaram a região, outros crêem ser inscrições de habitantes do neolítico, outros, ainda, explicam as "letras" como sendo um musgo avermelhado, o Lichen Cladonia Sanguinea, que incrustrado na rocha teria produzido os curiosos desenhos. Outras suposições atribuem as inscrições a navegadores pré colombianos, os fenícios e até mesmo a visitantes extra terrestres.

Passados mais de dois séculos, o misticismo continua fazendo parte do cotidiano dessa pequena cidade. Para muitos ali é cenário de encontro com OVNIs, fadas, duendes, gnomos e outras criaturas.
De fato, a região atrai ufólogos, esotéricos que acreditam ser São Thomé das Letras um dos raros pontos do planeta de grande energia telúrica. A realidade é que lá existem sedes de correntes esotéricas como a Sociedade Brasileira de Eubiose, Movimento Gnóstico, Colégio Druístico, entidades ufológicas, comunidades...
Nos dias normais, São Thomé é uma pacata cidadezinha cravada no alto da serra, ao sul das Gerais cercada por um horizonte espetacular, cachoeiras e cavernas.
Em feriados e temporada ela se transforma com a presença de turistas afim de muita curtição, alguns até do exterior. Aliás curtição por lá é o que não falta, o local é ideal para a prática de esportes radicais, passeios, a deliciosa comida mineira e à noite barzinhos, violão, fogueira, vinho quente...
Existem também outras versões da história... São Thomé das Letras teria surgido como rota alternativa para o contrabando de ouro e pedras preciosas, fugindo à fiscalização da coroa portuguesa.



Sua população, no censo de 2000, era de 6204 habitantes (3212 na área urbana e 2992 na área rural). Sua área compreende 369,4 km².
A sede municipal encontra-se a uma altitude de 1291m (Prefeitura) e tem sua posição determinada pelas coordenadas geográficas de 21° 43' 20" de latitude Sul e 44° 59' 07" de longitude Oeste.
O ponto culminante está a 1436m na Serra de São Thomé (Cruzeiro) e o ponto mais baixo na confluência do Rio do Peixe com o Ribeirão Vermelho (Barra Mansa) que tem a altitude de 870m.
O relevo do município é predominantemente de colinas e serra, com interessantes formações rochosas e pequenos vales.
Apenas 18 cidades brasileiras estão a mais de 1.000m acima do nível do mar, entre elas não se encontram vários centros turísticos serranos como Petrópolis 810m, Gramado 825m, Canela 837m e Nova Friburgo 847m.
Vale lembrar que as outras cidades situam-se em vales, tendo montanhas um pouco mais altas ao redor. São Thomé é diferente pois situa-se num pico de serra, daí ser a única cidade com visual 360°.
SP - Campos do Jordão 1628m
MG - Monte Verde 1600m
MG - São Thomé das Letras 1436m
SC - São Joaquim 1354m
MG - Maria da Fé 1258m
MG - Diamantina 1232m
RJ - Visconde de Mauá 1200m
MG - Poços de Caldas 1197m
GO - Cristalina 1189mv
MG - Ouro Preto 1179m
DF - Brasília 1172m
MG - Barbacena 1165m
MG - Caldas 1105m
PR - Guarapuava 1098m
SP - Santo Antonio do Pinhal 1080m
SC - Friburgo 1048m
RS - Bom Jesus 1046m
PR - Palmas 1035m

O clima é do tipo tropical de altitude, que caracteriza-se por verões brandos e úmidos e invernos secos, o período seco vai de abril a setembro.
A média das temperaturas máximas é de 26°C e a das mínimas é de 14°C, a mais baixa temperatura já registrada foi de -1,4°C.
Não há época especial para ir à São Thomé. Normalmente o clima é agradável durante o dia, com noites frias.
Se você estiver querendo muita tranqüilidade, é melhor evitar os feriados prolongados.

 

Mais fotos

 

Clique nas fotos abaixo para ampliar

 

 

 

 

 

Café Turístico

MPMG promove seminário para combate à exploração ilícita …

Para conhecer mais, acesse:

http://www.saothomedasletras.net/

http://www.tvpiramide.com/

http://visitesaothome.ning.com/

 

Voltar ao início

Fale com Gente  

Paulo Randow - Diretor Presidente - Cel: 27 9932-5791

 

Webmaster: Paulo Randow

Todos os direitos reservados / All rights reserved